1960-1980

Congelados e produtos farmacêuticos

Diversas aquisições permitem à Nestlé entrar em rápido crescimento em novas áreas, tais como os alimentos congelados, permitindo expandir seus negócios tradicionais de leite, café e de alimentos enlatados. Na década de 1970 a empresa diversifica também os produtos farmacêuticos e cosméticos. Nesta época a Companhia começa a atrair críticas de grupos ativistas que alegam que a comercialização de alimentos para lactentes não é ética. A Nestlé torna-se uma das primeiras empresas a aplicar o código da OMS sobre substitutos do leite materno em todo o seu negócio.

Destaques


1960

Frisco and Jopa posters 

Com o aumento do número de famílias que compram frigoríficos e arcas congeladoras, a procura por gelados está a aumentar. A Nestlé compra o produtor alemão Jopa e o fabricante francês Heudebert-Gervais para capitalizar esse crescimento e, em 1962, acrescenta ao seu portefólio a marca suíça Frisco. A Nestlé compra também a empresa britânica de enlatados Crosse & Blackwell.


1962

Findus products 

A Nestlé compra a marca de alimentos congelados Findus ao seu detentor e fabricante sueco, e estende a marca a mercados internacionais. Findus é uma das primeiras empresas a vender alimentos congelados na Europa, após 1945.


1968

Os produtos lácteos refrigerados são cada vez mais populares. A Nestlé compra o produtor francês de iogurte Chambourcy. No início de 1970 é lançada a marca de iogurtes Sveltesse dirigida aos consumidores preocupados com a saúde e com a linha.


1969

A Nestlé entra nas águas minerais, através da compra de uma participação na companhia de águas francesa Vittel.


1973

Stouffer's advertisement 

Para reforçar a sua gama de alimentos enlatados e congelados nos mercados anglo-saxónicos, a Nestlé assume a empresa norte-americana de alimentos congelados Stouffer Corporation e, em 1976,compra a marca de alimentos enlatados Libby, McNeill & Libby.


1974

Pela primeira vez, a Nestlé diversifica o seu portefólio fora da alimentação e bebidas, tornando-se um acionista minoritário na empresa de cosméticos L'Oréal.


1977

Renomeada Nestlé S.A, a empresa continua a sua estratégia de diversificação. Compra os laboratórios da marca de produtos farmacêuticos e oftálmicos Alcon, nos EUA. O declínio das taxas de amamentação leva alguns ativistas a questionar as estratégias das empresas do sector alimentar, incluindo a Nestlé e o seu marketing sobre a comida para bebé. Em 1977, os grupos ativistas apelam ao boicote dos produtos da Nestlé.