Alimentos que nos fazem sorrir

Brócolos, espinafres e outros alimentos de folha verde escura

Ricos em ácido fólico, uma vitamina muito importante para o funcionamento do cérebro, ajudam a prevenir a depressão e a demência, sobretudo nos idosos.

Devem fazer parte da nossa alimentação diária, idealmente nas 2 refeições principais. 
 

Banana, abacate e leguminosas

O nosso cérebro precisa de energia para funcionar bem, e gerir as emoções, e os hidratos de carbono são uma excelente fonte de calorias. Estes alimentos são ricos em fibras e hidratos de carbono complexos, mais saudáveis, mas também em triptofano, um aminoácido importante na produção de serotonina, um neurotransmissor produzido no cérebro que regula funções como a fome, o sono e as emoções. Também o encontra no leite, queijo, carne e peixe. Podem e devem fazer parte da alimentação de forma regular.

Chocolate

Faz-nos sentir instantaneamente mais animados não só pela presença de açúcares mas também por ser rico em feniletilamina, substância que por sua vez dá origem à produção de serotonina também segregada pelo cérebro quando estamos apaixonados. Prefira variedades negras, com maior teor de cacau, que por também serem ricas em flavonoides protegem a saúde do seu coração.
Um a dois quadradinhos por dia podem dar uma boa ajuda.

Nozes, caju, amêndoas e cereais integrais

São ricos em selénio, um mineral que participa na síntese de neurotransmissores responsáveis pelo bem-estar e felicidade, para além de ser um excelente antioxidante que ajuda a combater o envelhecimento. Quando está em falta no organismo pode originar depressão, irritabilidade e ansiedade.
2-3 nozes por dia são suficientes para garantir as necessidades diárias deste mineral.

Salmão, sardinha e outros peixes gordos

Ricos em ácidos gordos ómega 3 têm um efeito protetor cardiovascular e são ainda essenciais ao bom funcionamento cerebral, sobretudo da função cognitiva e da memória. Uma dieta rica em ómega 3 está também ligada à prevenção da demência nos idosos, cujos sintomas incluem a depressão.
O ideal é incluir estes peixes no menu duas ou três vezes por semana.

Se a par de uma alimentação rica nestes alimentos conseguir implementar maior atividade física regular, por exemplo caminhadas ou passeios de bicicleta em família ou com amigos terá ainda mais motivos para sorrir, todos os dias!