Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Café e saúde, mito ou realidade?

1. Beber café faz mal à saúde.

MITO: Beber café regularmente e de forma moderada, 3-4 chávenas diárias, pode fazer parte de um padrão alimentar saudável e equilibrado. Não apresenta contra-indicações para a maioria dos adultos saudáveis e pode até trazer benefícios para a saúde.

2. Beber café aumenta o risco de doença cardiovascular.

MITO: O consumo moderado de café não está associado a um maior risco de problemas cardiovasculares (como doenças e ataques cardíacos, arritmia ou hipertensão). Pelo contrário, vários estudos sugerem que o café pode ajudar a reduzir este tipo de patologia.
 
 

3. Beber café pode ajudar a aumentar o desempenho desportivo.

REALIDADE: Os efeitos do consumo de café no desempenho desportivo estão diretamente ligados à cafeína (3-4mg/kg). Estudos comprovam e relacionam a ingestão de cafeína à performance, resistência e a uma redução na perceção de esforço e portanto na sensação de cansaço.

4. Beber café ajuda na concentração e no sentimento de alerta.

REALIDADE: Uma porção de 75mg de cafeína, a quantidade média fornecida por uma chávena de café expresso aumenta a atenção e o estado de alerta. Os efeitos estimulantes são observados entre 15 - 45 minutos após o consumo e normalmente duram cerca de quatro horas.

5. O consumo de café vicia.

MITO: A remoção de cafeína da dieta normal pode levar a sintomas temporários de abstinência em algumas pessoas, como dores de cabeça, que podem ser evitados por uma redução gradual da ingestão de cafeína.

6. Beber café ao fim do dia ou à noite pode afetar o sono.

REALIDADE: Muitos consumidores não sentem qualquer efeito da ingestão de café na qualidade do sono. No entanto, pessoas sensíveis à cafeína podem sentir os efeitos do café no tempo de que necessitam para adormecer.

9. Descafeinado é mais saudável do que café.

MITO: O descafeinado é apenas uma opção para os indivíduos que possuem sensibilidade à cafeína ou que pretendem reduzir a ingestão de cafeína sem o prazer de um café. 8.Um ou dois cafés por dia é o consumo máximo aconselhado.

MITO: Com exceções das grávidas e grupos específicos de doentes coronários e sensíveis à cafeína, o consumo médio considerado adequado é de 3-4 chávenas diárias (300 mg de cafeína).

Adaptado de: ISIC - The Institute of Scientific Information on Coffee.