Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Sete dicas para uma alimentação segura

A Nestlé possui um Sistema de Controlo de Segurança Alimentar certificado de forma a garantir a segurança dos seus produtos para os Consumidores, desde os processos de seleção das matérias-primas até ao embalamento.

As regras básicas de higiene na alimentação que ajudam a indústria, como a Nestlé, a garantir a qualidade e segurança, também podem ser aplicadas em sua casa. Apresentamos sete dicas para preparar os alimentos de uma forma segura na sua cozinha.

1. Escolha a sua receita com atenção

Quando está a decidir qual será a refeição que irá preparar para um conjunto de pessoas tome conhecimento se alguém possui uma alergia ou reação a algum tipo de alimento, uma dieta especial ou outras restrições alimentares. Escolha receitas que forneçam os nutrientes certos nas quantidades corretas para a sua família e amigos. Na Nestlé as nossas receitas são desenvolvidas cientificamente para fornecer os produtos da forma mais segura possível.

2. Adquira os produtos de fontes seguras

Os alimentos seguros começam na sua origem. Garanta que os alimentos que adquire são frescos e que estão dentro do prazo de validade. Lembre-se de lavar sempre bem a fruta e os legumes com água limpa. Trabalhamos de perto com os Fornecedores para garantir que produzem matérias-primas seguras e de primeira qualidade para usarmos nos nossos produtos.

3. Lave bem as mãos

Lavar as mãos é tão eficiente como simples. Antes de manusear qualquer tipo de alimento certifique-se que as suas mãos estão limpas e desinfetadas, bem como o equipamento e as superfícies que irá usar. Limpe e desinfete as superfícies de trabalho, tábuas de cozinha e equipamentos antes de começar e depois de terminar de preparar os seus alimentos, principalmente os alimentos crus. Este cuidado é importante para evitar a formação e contaminação de microrganismos.

4. Não faça misturas

Quando está a preparar os alimentos lembre-se sempre de separar as carnes cruas, aves e marisco dos restantes ingredientes e não use a mesma faca e utensílios para os diferentes alimentos. Nas nossas instalações de produção usamos equipamento específico e exclusivo para os diferentes ingredientes de forma a controlar os microrganismos e alergénicos.

5. Cozinhe minuciosamente

Cozinhar não contribui apenas para que a comida tenha melhor sabor, ajuda também a eliminar microrganismos perigosos para a saúde. Certifique-se que cozinha os alimentos a uma temperatura adequada e durante o tempo necessário. É importante também que os alimentos não fiquem demasiado cozinhados, para que não ocorra a destruição de alguns nutrientes ou a formação de substâncias más para a saúde.

6. Armazene com segurança

Em casa, caso cozinhe mais do que necessita, arrefeça a comida que sobrou de uma forma rápida antes de guardá-la no frigorífico num recipiente selado. Consuma essa comida num prazo máximo de dois dias e reaqueça até que atinja uma temperatura bastante alta. Guardar a comida de uma forma correta previne a formação de bactérias prejudiciais. Mantenha a refeição que irá voltar a consumir o mínimo de tempo fora do frigorífico até à sua preparação. Mantenha as carnes cruas sempre separadas dos alimentos prontos para consumo, evitando assim contaminação cruzada. É importante que não deixe refeições prontas a comer, como saladas ou sobremesas, durante muito tempo à temperatura ambiente.

7. Partilhe a informação

Todos nós podemos contribuir para a segurança alimentar ao partilhar e aplicar estes princípios todos os dias. Já está a ajudar se partilhar com a sua família as regras básicas para a higiene na alimentação. Partilhamos o nosso conhecimento nesta área com o resto da indústria, autoridades externas e com os nossos Consumidores. As nossas embalagens providenciam aos seus utilizadores armazenamento seguro, instruções e informações sobre riscos de alergénicos.

 

Veja o Infográfico.

Clique aqui para mais informação acerca do tema.