Hipertensão Arterial

Sabia que?

Esta doença é fator de risco de doenças cardiovasculares. Não cumprir as recomendações nutricionais, implica um risco aumentado de desenvolver doenças degenerativas, tais como acidente vascular cerebral (AVC), enfarte do miocárdio (EM) e doença renal. …Estima-se que 42,2% da população adulta portuguesa padece desta doença. O sexo masculino parece ser o mais afetado.
 

O que é a Hipertensão Arterial?

A hipertensão (HTA) é uma doença crónica, que se carateriza pela elevada pressão sanguínea nas artérias, razão pela qual o coração tem que exercer uma força excessiva para bombear o sangue e fazê-lo circular pelos vasos sanguíneos. Valores acima de 140/90 mm Hg já envolvem uma pressão arterial alta.

O que é a pressão arterial?

É a pressão que o sangue exerce sobre as paredes das artérias, aquando da sua circulação pelo organismo. Os valores normais de pressão arterial são de 120/80 mm Hg.

Dicas práticas para diminuir o risco de HTA:

Apesar da causa exata para a ocorrência desta patologia ser geralmente desconhecida, existem algumas práticas que se comprovam como benéficas no combate a esta doença. Algumas delas são as seguintes:
• Reduzir peso, quando excessivo
• Abandonar o hábito de fumar
• Limitar o consumo de álcool (2 bebidas por dia, no máximo)
• Praticar exercício físico
• Abandonar alimentos ricos em gordura, essencialmente os que contêm alto teor em ácidos gordos saturados
• Comer entre 4 a 5 doses de fruta por dia (rico em potássio)
• Alimentação rica em hortícolas
• Ingerir entre 2 a 3 doses diárias de laticínios magros
• Reduzir o consumo de sal (máximo de 4 a 6 g/dia)
• Ingestão adequada de minerais essenciais como o cálcio, potássio e magnésio
• Consumir peixe/óleo de peixe
• Ingerir uma quantidade de água considerável (> 1,5 L/dia)

Dicas práticas para reduzir a ingestão de Sal:

• Não usar sal de mesa
• Substituir sal por especiarias e ervas aromáticas (coentros, hortelã, manjericão, orégãos, salsa, malagueta etc.)
• Evitar o consumo de produtos alimentares tais como:
 Conservas com adição de sal
 Pratos pré-confecionados
 Batatas fritas, snacks e aperitivos
 Caldos de carne e vegetais industriais
 Molhos, pickles
 Queijos em excesso
 Produtos de charcutaria, fumados e de salmoura