Intolerância à Lactose

Sabia que… 

… a Intolerância à Lactose é um problema frequente que ocorre em aproximadamente um terço da população portuguesa (segundo a Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia)?

… mesmo com Intolerância à Lactose deve continuar a consumir produtos lácteos?

 … para além dos produtos lácteos, existem muitos alimentos que contêm lactose (bolos, chocolate, gelados, etc.)?


O que é a Intolerância à Lactose?

A Intolerância à Lactose corresponde à produção insuficiente ou nula de lactase, uma enzima produzida pelas células do intestino delgado, essencial ao processo de digestão da lactose. Esta situação resulta numa incapacidade de digerir quantidades significativas de lactose.
Os sintomas apresentados por esta patologia variam de indivíduo para indivíduo, dependendo do grau de deficiência em lactase, da quantidade de Lactose ingerida e da sua fonte alimentar. Sintomas típicos: dor abdominal e sensação de abdómen inchado, flatulência e diarreia.

O que é a Lactose?

A Lactose é o nome científico utilizado para o açúcar do leite. É um hidrato de carbono (dissacarídeo) que ao ser hidrolisado liberta os seus monossacáridos, a glicose e a galactose, que posteriormente vão ser absorvidos para a corrente sanguínea.

Tipos de intolerância à lactose

- Intolerância à Lactose Congénita – Quando, por razões genéticas, o recém-nascido nasce sem a enzima lactase.
- Intolerância à Lactose Primária – Ausência total ou parcial de lactase, que se desenvolve em diferentes idades.
- Intolerância à Lactose Secundária – Surge no seguimento de uma patologia gastrointestinal que tenha danificado as vilosidades intestinais, diminuindo, por este motivo, a absorção de lactose.

Algumas dicas práticas

Cada situação deve ser analisada isoladamente, com acompanhamento médico.
- Sempre que possível, mantenha a ingestão de produtos lácteos, pois fornecem nutrientes-chave como o cálcio, vitamina A e D, riboflavina e fósforo.
- Deve considerar a ingestão de leite com quantidades reduzidas de lactose. Os iogurtes também podem ser uma boa opção, uma vez que apresentam quantidades reduzidas de lactose.
- Deve limitar o consumo de alimentos processados com lactose na sua composição.