Sort results by
Sort results by

BUONDI, SICAL, TOFA e CHRISTINA estão a chegar aos clientes em carrinhas elétricas

Marcas de café Nestlé Professional reduzem as emissões de CO2
Voltar aos Comunicados de Imprensa
  • Cada viatura elétrica evita a emissão anual de cerca de 10 toneladas de CO2.
  • O grande objetivo da Nestlé Professional é reduzir para metade as suas emissões de CO2 até 2030 e atingir a neutralidade carbónica em 2050.
  • Para apoiar os seus condutores, a Nestlé tem já instalados postos de carregamento na sua sede, em Linda-a-Velha, e nas duas fábricas (Porto e Avanca).

 

A Nestlé Professional anuncia que já se encontram a circular as primeiras viaturas 100% elétricas na sua frota de distribuição para autovenda no canal HORECA. A partir de agora, BUONDI, SICAL, TOFA e CHRISTINA passam a entregar o café aos clientes Nestlé Professional de uma forma mais sustentável. Esta é já a concretização do programa de sustentabilidade Crescer Sustentável da Nestlé Professional, que conta com um total de oito compromissos que refletem uma abordagem abrangente e integrada, com metas específicas, para cada etapa da cadeia de valor no negócio de cafés torrados.

Viaturas elétricas das marcas BUONDI, SICAL, TOFA e CHRISTINA em frente à sede da Nestlé

 

Cada viatura elétrica, do modelo E-Vito da marca Mercedes, evita a emissão anual de cerca de 10 toneladas de CO2, numa ambição que culmina no objetivo de até 2025 ser possível assumir 100% da frota própria da Nestlé com viaturas elétricas. Esta iniciativa apresenta um grande contributo para o objetivo global da empresa em reduzir para metade as suas emissões de CO2 até 2030 e de atingir a neutralidade carbónica até 2050. A transformação da frota comercial de autovenda em viaturas elétricos junta-se à mudança já iniciada em 2021 na frota de veículos ligeiros não comerciais da Nestlé Portugal. No total, pretende-se que esta transformação atinja mais de 455 veículos até 2025.

“Somos o exemplo de que é possível tirar partido da tecnologia já existente e colocá-la ao serviço da sustentabilidade das operações das empresas e, com isso, reduzir substancialmente os seus impactos ambientais. Este é um grande contributo para o objetivo máximo da companhia de atingir a neutralidade carbónica até 2050, partilhando valor com a sociedade ao longo do seu desenvolvimento”, afirma João Graça, Marketing Manager Nestlé Professional. “Para cumprirmos estes objetivos, precisamos de assumir uma verdadeira mudança de paradigma e a opção do veículo elétrico é uma peça fundamental neste contexto”, continua.

Alterar na totalidade uma frota automóvel constitui um desafio para colaboradores e empresa e, por isso, foram já realizadas diversas sessões de formação sobre como conduzir um veículo elétrico, cuidados a ter na gestão das autonomias de energia, locais de abastecimento e como utilizá-los, entre outras questões relacionadas com um dia a dia diferente e mais sustentável. Do lado da empresa, simultaneamente com a alteração das viaturas, procedeu-se também à colocação de diversos postos de carregamento de viaturas no edifício da sede, em Linda-a-Velha, e nas fábricas de Avanca e Porto. No total, esta transformação é suportada por 72 carregadores elétricos, distribuídos da seguinte forma: Fábrica do Porto conta com 12 postos, Fábrica de Avanca com seis, a sede em Linda-a-Velha com 52 e a delegação comercial no Funchal com dois.