Sort by
Sort by

Nespresso em Portugal reduz emissões de carbono da operação logística em 20% e conquista estrela ‘Lean & Green’

Prémio distingue trabalho da empresa em prol da sustentabilidade e é o primeiro patamar de um programa que visa alcançar as zero emissões
Voltar aos Comunicados de Imprensa

A Nespresso conquistou uma estrela ‘Lean & Green’, iniciativa promovida pela GS1 Portugal que distingue as empresas que alcançaram uma redução de 20% das emissões de carbono no âmbito das suas operações logísticas. O prémio foi hoje entregue, no decorrer de um evento de reflexão sobre ‘Descarbonização, Sustentabilidade e a Agenda da Indústria’. Esta é a primeira de um programa de cinco estrelas, que culmina com a obtenção da certificação zero emissões líquidas de CO2.

Comprometida com sustentabilidade, com diversos projetos no âmbito da economia circular, tendo sido a primeira marca com o seu próprio sistema de reciclagem, a Nespresso tem apostado desde 2009 numa estratégia de combate às alterações climáticas. Em setembro de 2021, associou-se ao objetivo mundial de redução de emissões de carbono lançado pela The Climate Pledge, e já em 2022 cumpre o seu objetivo de neutralidade carbónica. Localmente a marca associou-se à ‘Lean & Green’, a maior plataforma europeia de colaboração dirigida à cadeia de abastecimento que visa reduzir as emissões na logística.

Na sequência desta parceria, a Nespresso em Portugal definiu um plano de ação para reduzir as emissões de CO2, que arrancou com uma auditoria para avaliar a pegada de carbono da sua operação. Para esta avaliação, foi contabilizado o período entre 2017 e 2021 e foram analisados os processos logísticos de preparação de encomendas e de entregas feitas a partir do armazenamento central, no Carregado, às 24 boutiques distribuídas pelo país e no canal B2B.

Entre as medidas concretizadas, conta-se a criação de um novo processo que permitiu otimizar a receção de mercadoria por parte do parceiro logístico e tornar a operação mais eficaz. Os abastecimentos, antes geridos pelas boutiques, passaram a estar centralizados na equipa de Supply Chain da Nespresso e os armazéns foram organizados em função das vendas, para potenciar os percursos realizados e, consequentemente, reduzir o número de entregas.

Já em 2020, foi implementado o projeto ‘Lean in Boutiques’ que reviu e alterou a disposição dos armazéns, com o objetivo de aumentar a capacidade de armazenamento das boutiques e diminuir o número de entregas de mercadoria por semana.

Foi ainda implementado um conjunto de medidas no operador logístico, como a alteração da iluminação dos escritórios para LED; a programação de iluminação dos corredores ou a formação em segurança rodoviária/ eco condução e Condução Defensiva Económica e Ambiental.

“A Nespresso está fortemente comprometida com o desafio de combater as alterações climáticas e quer contribuir, de forma ativa, para o esforço mundial de reduzir as emissões com impacto ambiental. Esta primeira estrela ‘Lean & Green’ vem reconhecer o ADN sustentável da empresa e demonstrar que estamos no caminho certo para alcançar as zero emissões na nossa cadeia de valor. Para dar seguimento a este plano contínuo, temos já um conjunto de metas estabelecidas para este ano, que passam pela implementação de projetos inovadores como entregas nas boutiques em viaturas elétricas, entregas verdes nas áreas da Grande Lisboa e do Grande Porto e entregas em bicicleta, com emissões nulas de CO2, na área da Grande Lisboa”, sublinha Sofia Tavares, Customer Care & Services Manager da Nespresso.

A monitorização destas medidas e dos resultados será realizada trimestralmente, e a área de Supply Chain da Nespresso irá acompanhar de forma sistemática toda a informação, de forma a identificar desvios e áreas de melhoria e desenvolver ações sempre que necessário.

Recorde-se que a primeira estrela do programa ‘Lean & Green’ é atribuída quando as empresas atingem uma redução de 20% de emissões de CO2 face à avaliação inicial. A conquista da segunda estrela acontece quando é alcançada uma redução de 10% de emissões face ao nível da primeira estrela, e assim sucessivamente, até chegar às cinco estrelas e ao objetivo final de 0% de emissões.

A GS1 Portugal é a entidade portuguesa responsável pela iniciativa ‘Lean & Green’, que está atualmente a ser implementada em 13 países, com adesão de mais de 600 empresas, o que já permitiu a redução de 2,5 megaton CO2.