Fábrica da Nestlé em Avanca teve a maior redução no consumo de energia primária em Portugal

DGEG atribui prémio eficiência energética 2009-2014

Voltar20 Dez, 2018

Fábrica de Avanca 

A Fábrica da Nestlé em Avanca foi distinguida pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) como a unidade que registou a maior redução do consumo de energia primária a nível nacional no período de 2009 a 2014 – o primeiro período de implementação do Sistema de Gestão de Consumidores Intensivos de Energia (SGCIE). O prémio foi entregue no evento “Eficiência Energética: o caminho para uma indústria mais competitiva”, realizado esta semana em Lisboa.

Este nível de eficiência energética foi conseguido através da implementação, entre 2009 e 2014, de um plano de racionalização do consumo de energia (PREn) estabelecido para a fábrica da Nestlé e que resultou numa redução em 10% no consumo específico agora destacado pela DGEG, mas também numa redução de 29% na intensidade energética da fábrica de Avanca, uma unidade multiproduto responsável, entre outras, pela produção de marcas como CERELAC, NESTUM, CHOCAPIC e MOKAMBO.

A implementação, ao longo de cinco anos, deste plano de racionalização consistiu na instalação de diversos equipamentos que permitiram à fábrica atingir melhores níveis de eficiência energética. O projeto teve inicio com a instalação de uma central de cogeração para produção de vapor para o processo fabril e de outros equipamentos que possibilitam diversas otimizações energéticas e térmicas, atuando ao nível das perdas de energia que possam ocorrer durante o processo de fabricação, reduzindo-as de forma significativa.

Em linha com o seu propósito de melhorar a qualidade de vida e contribuir para um futuro mais saudável, a Nestlé está continuamente a trabalhar em planos para reduzir os impactos ambientais das suas operações. Nos últimos cinco anos a Nestlé Portugal reduziu a captação de água em 62%, as emissões de CO2 em 7,5% e os resíduos enviados para aterro em 58%, o que corresponde a 261 toneladas.

Ao longo de 2018 temos trabalhado para cumprir a ambição de melhorar ainda mais todos os indicadores: Captação de água (m3/ton) em -2%, energia (GJ/ton) em -1%, emissões de CO2 (Kg/ton) em -1% e zero resíduos enviados para aterro.

Nos primeiros seis meses do ano, e face ao mesmo período de 2017, a Nestlé Portugal reduziu em 86,4% os seus resíduos enviados para aterro, a captação de água (m3/ton) desceu 2,3%, o consumo de energia baixou 10,7% e as emissões de CO2 foram reduzidas em 15,7%.