Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Nestlé doou mais de 36 mil embalagens de cereais de pequeno-almoço à Rede de Emergência Alimentar

Voltar aos Comunicados de Imprensa

A Nestlé doou ao Banco Alimentar Contra a Fome 36.634 embalagens de cereais de pequeno-almoço e barras de cereais das marcas FITNESS, NESQUIK e CLUSTERS, um total de seis toneladas de produto. A entrega, que se destina a apoiar as famílias mais carenciadas e que estão ainda mais fragilizadas pela pandemia de Covid-19, no âmbito da Rede de Emergência Alimentar, foi realizada na passada semana, no armazém daquela instituição, localizada em Lisboa.

A Rede de Emergência Alimentar assenta nos Bancos Alimentares, que apoiam uma rede de mais de 2600 instituições de solidariedade social, pelo que estes produtos chegarão agora a casa das famílias portuguesas mais necessitadas.

“Estamos muito orgulhosos por poder contribuir, uma vez mais, para as necessidades da Rede de Emergência Alimentar e dos Bancos Alimentares contra a Fome. Num momento em que os efeitos nefastos da crise pandêmica continuam a pairar sobre as famílias, o papel que os Bancos Alimentares desempenham é fundamental para assegurar o apoio às famílias mais necessitadas. Apoiar as comunidades é também uma forma de cumprir o nosso compromisso de desenvolver o poder da alimentação para melhorar a qualidade de vida de todos, hoje e para as gerações futuras”, afirmou Paolo Fagnoni, CEO da Nestlé Portugal.

Na receção aos produtos doados estiveram presentes o Diretor de Comunicação da Nestlé Portugal, Gonçalo Granado, a responsável pelo negócio de cereais de pequeno-almoço da Nestlé Portugal, Elsa Santos, e a Presidente da Federação dos Bancos Alimentares Contra a Fome, Isabel Jonet.

“Este novo apoio da Nestlé com a doação de cereais de pequeno almoço é muito importante e adquire maior sentido quando a pandemia “empurrou” para uma situação de pobreza muitas famílias que viram alterada a sua capacidade de consumo por um decréscimo inesperado de rendimentos. Poder continuar a ter à mesa cereais de elevada qualidade é muito importante. Trata-se de um tipo de produtos que, hoje em dia, faz parte da alimentação da maioria das famílias e pelo valor alimentar que reveste é gratificante para os Bancos Alimentares poder distribuí-los. Sublinhamos, por isso, a atenção da Nestlé neste período difícil para tantas pessoas cuja alimentação pode com esta doação ser melhorada, num claro contributo de sustentabilidade e responsabilidade, pelo que expressamos a nossa gratidão” disse Isabel Jonet, Presidente da Federação dos Bancos Alimentares contra a Fome, e promotora da Rede de Emergência Alimentar.