Sort by
Sort by

Nestlé cria movimento para poupança de energia

“Vamos poupar energia juntos, na Nestlé”
Voltar aos Comunicados de Imprensa

Através da campanha “Vamos poupar energia juntos, na Nestlé” a empresa está a dar aos seus colaboradores dicas de poupança de energia, dando também a conhecer os projetos de sustentabilidade e de eficiência energética que tem implementados nas suas estruturas em Portugal. Este é um caminho que a Nestlé tem estado a percorrer com o objetivo de atingir a neutralidade carbónica até 2050.

“Vamos poupar energia juntos, na Nestlé” parte precisamente das práticas já implementadas em contexto profissional, em escritórios e fábricas, e incentiva os mais de 2400 colaboradores que a empresa tem em Portugal a adotarem medidas de eficiência energética, tanto em contexto profissional, como em contexto pessoal e familiar. O objetivo deste movimento é ainda o de contribuir com as medidas já em curso na companhia para o esforço nacional de poupança de energia.

Focada em fazer avançar sistemas regenerativos em escala, de acordo com o compromisso Generation Regeneration lançado em setembro de 2021, a Nestlé Portugal tem vindo sustentadamente a reduzir o impacto energético e ambiental nas suas operações e ao longo da sua cadeia de valor, envolvendo no processo todos os seus stakeholders.

 

  • Redução no consumo de energia: A preocupação com a sustentabilidade das suas operações não é uma novidade para a Nestlé. Ao longo da última década a Nestlé reduziu em Portugal o seu consumo de energia em 27,3% por tonelada de produto terminado. Desde o início do presente ano a Nestlé já reduziu em 3,4% o consumo de energia na fábrica de Avanca e em 15,6% na fábrica do Porto.
  • Eficiência energética na Supply Chain: Ao nível da sua Supply Chain a Nestlé Portugal tem vindo a implementar diversas medidas de eficiência energética com vista à redução das emissões de CO2 ao longo da cadeia de valor. Através delas as emissões no transporte nacional e internacional obtiveram no último ano uma redução de 4,3%, conseguida, entre outras medidas, através de um aumento de 25% na utilização de camiões movidos a gás e de um aumento de 44% na utilização de transporte combinado, com fluxos marítimos, ferroviários e rodoviários, com menores emissões.
  • 100% de eletricidade comprada de fontes renováveis: Toda a energia elétrica comprada pela Nestlé é já proveniente de fontes renováveis certificadas.
  • Iluminação led e sistemas de gestão inteligentes: No seu recém renovado edifício sede, em Linda-a-Velha, a Nestlé tem instalado um sistema HVAC – Heating, Ventilation, Air Conditioning – que combina várias tecnologias para controlar a temperatura, humidade e pureza do ar num espaço interior. Além deste, todo o edifício está equipado com iluminação LED. Como consequência das melhorias energéticas introduzidas, este foi o primeiro edifício de escritórios, remodelado, em Portugal, a obter o certificado LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) gold V4 - Building Design & Construction: Major Renovation.
  • Energia fotovoltaica: A Nestlé tem ainda instalados no seu edifício sede 351 painéis fotovoltaicos, com uma capacidade de captação de CO2 equivalente a 2118 árvores adultas, por ano. Desde que foram instalados, há seis meses, estes painéis já produziram 160MWh.
  • Redução do consumo de água: Através do investimento continuo em projetos de sustentabilidade a Nestlé conseguiu, na última década, uma redução no consumo de água nas suas operações acima dos 70%.
  • Mobilidade elétrica – Green Fleet: A Nestlé está a levar a cabo em Portugal um projeto pioneiro de mobilidade elétrica – “Green Fleet” – que prevê a transformação total da sua frota para veículos elétricos até 2025. No final do projeto, a Nestlé contará com 500 veículos, que darão um contributo estimado de menos 1800 toneladas de CO2 emitidas por ano.

É com o exemplo destes resultados obtidos por toda a organização na sustentabilidade ambiental das suas operações que a iniciativa “vamos poupar energia juntos, na Nestlé” está também a incentivar os seus colaboradores a que, quer no seu local de trabalho, quer em suas casas, possam também fazer um uso eficiente da energia. As dicas vão desde o reforço do isolamento de portas e janelas, à utilização de fichas inteligentes para gestão de em aparelhos elétricos, da mudança para tecnologia LED na iluminação a uma utilização energeticamente eficiente de máquinas domésticas como frigoríficos e máquinas de lavar.