Nestlé convida parceiros de negócio para apresentarem projetos de partilha de valor com a sociedade

Segunda Edição do Prémio de Sustentabilidade Nestlé
Voltar aos Comunicados de Imprensa

A Nestlé Portugal deu hoje início à segunda edição do seu Prémio de Sustentabilidade para Fornecedores, através do qual convida os seus parceiros de negócio a candidatarem as suas melhores práticas de Sustentabilidade, mas também de partilha de valor com as Comunidades onde estão inseridos.

Logo Prémio de Sustentabilidade Nestlé - 2ª edição

O período de candidaturas está já a decorrer e terminará no próximo dia 17 de junho. O Prémio de Sustentabilidade Nestlé é composto pelas categorias Pessoas e Famílias, Comunidades e Planeta, que representam os três pilares de atuação da companhia no âmbito do seu propósito de desenvolver o poder da alimentação para melhorar a qualidade de vida de todos, hoje e para as gerações futuras. Assim, podem concorrer projetos que, pela sua natureza, contribuam para uma vida mais saudável das pessoas, sejam elas colaboradores, clientes ou consumidores, que criem e partilhem valor com as comunidades onde se inserem ou que protejam o meio ambiente.

Ao convidar os parceiros de negócios a partilhar consigo as suas melhores iniciativas nestes três campos, a Nestlé está também a dar-lhes conhecimento daquilo que de melhor tem feito em defesa da sustentabilidade, através de compromissos como atingir os 100% de embalagens recicláveis ou reutilizáveis até 2025, cortar as emissões de CO2 para metade até 2030 e atingir a neutralidade carbónica até 2050.

Para este prémio podem participar as empresas que são parceiras de negócio da Nestlé Portugal nas mais diversas áreas de atividade: matérias-primas, materiais de embalagens e serviços. O objetivo do prémio é a partilha de boas praticas, inovadoras e com capacidade de envolver a sociedade em torno delas, partilhando o seu valor.

A primeira edição do prémio teve como vencedor o projeto de chapéus solares que eliminam substâncias nocivas do ar da empresa Ezpeleta, tendo ficado em segundo lugar a empresa Dacsa Atlantic, com um projeto de neutralidade carbónica ao longo da cadeia de valor, e em terceiro a fornecedora de matérias-primas Acembex, com um projeto de cariz social de oferta de refeições aos mais carenciados. Foram ainda atribuídas duas Menções Honrosas, uma à Randstad, por um projeto de reinserção social de pessoas sem abrigo, e outra à Axians Portugal, que apresentou um projeto de contribuição para a criação de emprego entre os mais jovens no interior do país.